Giro nos Estados

Agenda tecnológica busca reorganizar a cadeia produtiva do cacau na Bahia

Contribuir para que a Cadeia do Cacau no sul da Bahia, através do uso de tecnologia avançada, consiga alcançar a produtividade elevada e seja um vetor relevante para o desenvolvimento socioambiental e econômico. Esta foi a mensagem transmitida no lançamento da Agenda Bahia Cacau e Chocolate que aconteceu neste sábado (31), no espaço temático Páscoa Luz, instalado no Shopping da Bahia.

O secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação, José Vivaldo Mendonça, definiu a agenda como um passo estratégico para a cadeia produtiva do Cacau/Chocolate da Bahia. “O estado passa a construir uma agenda exequível, com monitoramento, que aponta os caminhos a serem seguidos pelos elos da cadeia para que a aplicação de tecnologia, ampliação do cultivo e a verticalização sejam realidade. A agenda é um grande instrumento de reorganização da cadeia”, disse Vivaldo apoiado pela senadora Lídice da Mata.

“Estamos reunidos para apresentar uma agenda integrada de governo, com a academia, setor produtivo e sociedade civil aqui representadas, inovando com o modelo da quíntupla hélice, que consiste em trabalhar com sinergia, com sentimento de unidade, considerando que a efetividade de um sistema de inovação depende do resultado da interação entre cinco elementos: universidade, empresa, governo, sociedade civil e ambiente sócio ecológico”, completou o secretário, lembrando que o foco da quinta hélice está na sustentabilidade do processo de crescimento econômico e inovação, orientado para as relações com o ambiente natural.

A senadora Lídice ressaltou a importância do projeto vinculando oportunamente com o período da páscoa, onde foco do mercado é o chocolate. “É preciso entrar nesta disputa de mercado, fazendo com que o chocolate da Bahia não fique de fora. O chocolate há de se tornar, cada vez mais, um superalimento com alto teor em fitonutrientes e elevados benefícios para a saúde, nos impulsionando a produzir chocolate sempre com amêndoas de qualidade aqui na Bahia para o Brasil”.

Agenda contempla a criação e fortalecimento da Rede de Serviços Tecnológicos (RST) para a Cadeia do Cacau e Chocolate (ou Sistema Regional de Inovação Tecnológica para a Cadeia do Cacau e Chocolate); o apoio à promoção e Incubação de empresas no Parque Tecnológico Sul da Bahia; o apoio ao desenvolvimento de projetos de pesquisas em biocontrole, biotecnologia e biologia molecular, fortalecendo os estudos genômicos do cacaueiro; adequação de tecnologias de fertiirrigação e de colheita, transporte e beneficiamento do cacau; entre outras ações.

O evento reuniu as secretarias da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri) e da Educação (Sec), estas representadas por Guilherme Bonfim, superintendência de Política do Agronegócio (SPA), e Durval Libânio, superintendente de Desenvolvimento da Educação Profissional, além do secretário de planejamento do município de Lauro de Freitas, Mauro Cardim, e representantes da Fieb.

Fonte: SECTI-BA

Próximos Eventos