Giro nos Estados

Acreanos participam de olimpíada nacional de conhecimento usando sinal do Floresta Digital

A terceira etapa do Desafio Nacional Acadêmico (DNA), a maior competição de conhecimento realizada pela internet no país e promovida pelo Projeto Nacional de Educação a Distância (ProNEAD), em parceria com outras instituições, foi realizada neste sábado, 23. Utilizando a rede corporativa do Floresta Digital, 20 alunos da Escola José Rodrigues Leite, de Rio Branco, concorreram com escolas de todo o Brasil.

O DNA ocorreu por meio de jogo virtual, em que as equipes se confrontaram com diversos enigmas e tarefas-surpresas, a serem cumpridos dentro de um limite de tempo. Foram 110 desafios divididos em 11 áreas de conhecimento e um enigma final na última etapa.

“Este ano estamos entre os primeiros colocados de todo o Brasil”, explicou a professora Ivanilde Lima dos Santos, responsável por organizar e acompanhar a garotada nas dependências da Diretoria de Modernização Administrativa da Secretaria de Planejamento do Acre (Seplan). “Ficamos muito felizes em poder utilizar esse espaço que nos foi cedido novamente. Aqui a internet é muito rápida, o que é essencial para o sucesso dos alunos”, salientou a professora, reforçando que o desafio se baseia em múltiplas formas de pesquisa envolvendo a internet, com enigmas complexos em áudio, vídeo, fotos e jogos multimídia.

Mas nada disso assustou os jovens do Acre. Estudantes como Yves José de Souza, 15, que está cursando o primeiro ano do ensino médio e fez sua estréia no desafio. “Não são perguntas básicas de escola. A gente precisa ter um nível de conhecimento muito alto, relacionar uma coisa com outra, interpretar, buscar uma resposta todo o tempo. Bem diferente da escola”, explicou.

Yves entende que esse tipo de atividade oferece outras vantagens para os alunos no longo prazo, já que iniciam o ano realizando tarefas semelhantes no ambiente escolar: “Como a gente desenvolve muito o raciocínio, fica até mais fácil no colégio, devido à experiência”.

Para a professora Ivanilde, a influência do desafio na sala de aula é grande: “Antes, a ideia que se tinha era de que isso não acrescentava nada à vida escolar dos alunos. Já participamos três vezes do DNA e nossa vivência tem tornado perceptível o desenvolvimento intelectual dos alunos”, afirmou, lembrando que a escola sempre esteve envolvida em outros eventos nacionais, como a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica e o Parlamento Jovem Brasileiro.

O funcionário público Carlos da Silva Vieira, 40, é pai de um dos participantes, Ângelo Scarioti Vieira. Segundo ele, o desafio é uma dinâmica que estimula todo o ambiente escolar, única na vida do filho: “O coração de pai fica acelerado, cheio de orgulho”, confessa. “E os que não participaram irão se esforçar para acompanhar os colegas.”

O resultado será divulgado pelo ProNEAD  no site http://www.desafionacional.com.br no dia 26 de junho, às 14 horas, e a entrega da premiação será até dia 1º de agosto. Consistirá num troféu e vales-compra no valor de mil reais para cada um dos cinco integrantes da equipe vencedora, bem como para o professor-organizador. Todos os participantes receberão certificados.

Fonte: Agência Notícias do Acre

Próximos Eventos