CONSECTI http://www.consecti.org.br Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação Tue, 21 Oct 2014 13:27:08 +0000 pt-BR hourly 1 http://wordpress.org/?v=4.0 Abertas inscrições para pós em Planejamento de Políticas Públicas na Unesp de Francahttp://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/abertas-inscricoes-para-pos-em-planejamento-de-politicas-publicas-na-unesp-de-franca/ http://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/abertas-inscricoes-para-pos-em-planejamento-de-politicas-publicas-na-unesp-de-franca/#comments Tue, 21 Oct 2014 13:27:08 +0000 http://www.consecti.org.br/?p=23450 Estão abertas, até o dia 27 de outubro, as inscrições para o processo seletivo do Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Análise de Políticas Públicas da Universidade Estadual Paulista (Unesp), no campus de Franca. As 29 vagas oferecidas são para o mestrado profissional interdisciplinar na área e há duas linhas de pesquisa no curso: “planejamento […]

The post Abertas inscrições para pós em Planejamento de Políticas Públicas na Unesp de Franca appeared first on CONSECTI.

]]>
Estão abertas, até o dia 27 de outubro, as inscrições para o processo seletivo do Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Análise de Políticas Públicas da Universidade Estadual Paulista (Unesp), no campus de Franca.

As 29 vagas oferecidas são para o mestrado profissional interdisciplinar na área e há duas linhas de pesquisa no curso: “planejamento e análise de políticas educacionais” e “planejamento e análise de políticas de desenvolvimento econômico-social”.

O objetivo do curso é capacitar profissionais para empreender estudos e intervir na realidade, executando atividades técnico-científicas de planejamento, assessoria, análise e diagnóstico de políticas públicas voltadas à promoção do desenvolvimento social.

Entre a documentação exigida para a inscrição no processo seletivo estão uma carta justificativa, na qual o candidato deve expor as razões de sua opção pelo programa e por uma linha de pesquisa, e um projeto de pesquisa.

O exame de seleção inclui exame de proficiência de idioma estrangeiro (espanhol, inglês, francês ou italiano), prova escrita e entrevista/arguição do projeto.

As atividades terão início no dia 20 de março de 2015. O edital pode ser conferido em http://www.franca.unesp.br/Home/Pos-graduacao/-planejamentoeanalisedepoliticaspublicas/edital—versao-definitiva-15set2014.pdf

Fonte: Agência Fapesp

The post Abertas inscrições para pós em Planejamento de Políticas Públicas na Unesp de Franca appeared first on CONSECTI.

]]>
http://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/abertas-inscricoes-para-pos-em-planejamento-de-politicas-publicas-na-unesp-de-franca/feed/ 0
Produção de sabão com óleo de cozinha mobiliza cidade do sertão pernambucanohttp://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/producao-de-sabao-com-oleo-de-cozinha-mobiliza-cidade-sertao-pernambucano/ http://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/producao-de-sabao-com-oleo-de-cozinha-mobiliza-cidade-sertao-pernambucano/#comments Tue, 21 Oct 2014 13:23:18 +0000 http://www.consecti.org.br/?p=23448 Um projeto desenvolvido por alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano na cidade de Salgueiro, em Pernambuco, chamou a atenção na 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que termina neste domingo (19) no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade: a produção de sabão de corte com o aproveitamento […]

The post Produção de sabão com óleo de cozinha mobiliza cidade do sertão pernambucano appeared first on CONSECTI.

]]>
Um projeto desenvolvido por alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano na cidade de Salgueiro, em Pernambuco, chamou a atenção na 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que termina neste domingo (19) no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade: a produção de sabão de corte com o aproveitamento do óleo usado na cozinha.

Segundo o orientador do projeto, professor Geraldo Júnior, a iniciativa permite que comunidades carentes tenham mais uma fonte de renda e tem adesão de boa parte da população de Salgueiro.

A fábrica de pastel local doa a maior parte do óleo, e o sabão produzido é enviado gratuitamente a casas de idosos, creches e abrigos. Em média, o instituto produz 120 barras de sabão por semana. Além disso, a instituição ensina moradores de comunidades carentes a produzir o sabão em barra.

“Adotamos uma fórmula simples, que leva somente o óleo reciclado, hidróxido de sódio – que é a soda cáustica – e um pouco de essência”,disse Geraldo Júnior. O professor estima que, com essa receita, as pessoas coneguem fazer uma barra de sabão em aproximadamente 40 minutos.

Para ele, além do papel social, a experiência testada em Salgueiro evita a poluição e traz ganho ambiental considerável onde é aplicada. “O óleo [de cozinha] é extremamente poluente”, disse o professor. Segundo ele, um litro de óleo contamina 1 milhão de litros de água, mas, “na transformação química para o sabão, torna-se um sal. Esse sal, quando diluído em água,  é absorvido pela natureza. Ele se torna biodegradável”.

Responsável por uma casa de acolhimento para crianças que recebe semanalmente sabão do instituto, informou que as doações do projeto contribuíram para reduzir o gasto mensal do abrigo com produtos de limpeza. “Crianças sempre sujam muita roupa. Nós gastávamos muito com a compra de sabão. A ajuda do projeto foi boa para o nosso orçamento”, afirmou.

O abrigo recebeu também uma oficina na qual as famílias das crianças ali atendidas aprendem a produzir sabão em barra. Segundo Silvana, o curso aproximou mães e filhos. “Com isso, conseguimos reunir mães que passam tempos sem ver suas crianças. Essa iniciativa gerou um vínculo com as famílias e com as mães cuidadoras também.”

Os responsáveis pelo projeto esperam expandir a ideia para outras cidades. O interessados em participar do projeto podem entrar em contato com o Campus Salgueiro do Instituto Federal do Sertão Pernambucano pelo telefone (87) 3421-0050.

O projeto vai ser apresentado na manhã desta segunda-feira (20), no Quadro Ideias Inovadoras, do noticiário Repórter Brasil da Rádio Nacional.

Fonte: Agência Brasil

The post Produção de sabão com óleo de cozinha mobiliza cidade do sertão pernambucano appeared first on CONSECTI.

]]>
http://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/producao-de-sabao-com-oleo-de-cozinha-mobiliza-cidade-sertao-pernambucano/feed/ 0
Inpa desenvolve creme para tratamento da leishmaniosehttp://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/inpa-desenvolve-creme-para-tratamento-da-leishmaniose/ http://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/inpa-desenvolve-creme-para-tratamento-da-leishmaniose/#comments Tue, 21 Oct 2014 13:19:01 +0000 http://www.consecti.org.br/?p=23446 O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) está desenvolvendo um medicamento que vai diminuir a resistência dos pacientes ao tratamento da leishmaniose cutânea, ao torná-lo menos invasivo e com menos efeitos colaterais. O projeto do instituto foi apresentado durante a 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que termina hoje (19) em Brasília. Usando […]

The post Inpa desenvolve creme para tratamento da leishmaniose appeared first on CONSECTI.

]]>
O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) está desenvolvendo um medicamento que vai diminuir a resistência dos pacientes ao tratamento da leishmaniose cutânea, ao torná-lo menos invasivo e com menos efeitos colaterais. O projeto do instituto foi apresentado durante a 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que termina hoje (19) em Brasília.

Usando a nanotecnologia, o Laboratório de Leishmaniose e Doença de Chagas do Inpa, criou um creme para ser aplicado na lesão, que é 30 vezes mais potente que as drogas utilizadas atualmente, indovenosas ou intramusculares. O projeto é desenvolvido desde 2011 em parceria com universidades da Finlândia e da Itália.

“Estamos nos baseando em drogas já conhecidas, mexemos em sua formulação e, até agora, estamos tendo bons resultados com nossas nanopartículas, que estão em torno de 50 nanômetros. E, na parte química, estamos testando vários tipos de ligantes, já aceitos pelo organismo, que favoreçam a penetração e a entrada de forma mais fácil das partículas dentro da célula, para que possa atingir o parasita”, explicou a bióloga Antônia Maria Ramos Franco, pesquisadora responsável pelo laboratório do Inpa.

A leishmaniose cutânea é uma doença infecciosa, não contagiosa, que provoca úlceras na pele e mucosas. É transmitida ao homem pela picada das fêmeas infectadas de insetos flebotomíneos. No Brasil, esses insetos podem ser conhecidos por diferentes nomes de acordo com sua ocorrência geográfica, como tatuquira, mosquito-palha, asa dura, asa branca, cangalhinha, birigui e anjinho, entre outros.

Desde 1909, a doença vem sendo registrada no país. Segundo o Ministério da Saúde, são notificados cerca de 21 mil casos por ano. A Região Norte apresenta o maior coeficiente, de 54,4 casos a cada 100 mil habitantes, seguida das regiões Centro-Oeste (22,9 casos/10 mil habitantes) e Nordeste (14,2 casos/100 mil habitantes).

“É muito sofrido ver pessoas que saem do médico com caixas de ampolas para aplicação. Como essa via de administração da droga é muito invasiva e as pessoas precisam ir ao posto de saúde, o tratamento torna-se dolorido e cansativo e muitos o largam no meio. E a doença continua. Então, a possibilidade do uso tópico, oral, ou através de adesivo seria o ideal, principalmente para as crianças”, ressaltou Antônia Maria.

O laboratório do Inpa desenvolve várias linhas de pesquisa que vão desde o estudo de distribuição geográfica, identificação à taxinomia (ciência que classifica os seres vivos) de vetores, de perfil epidemiológico, de métodos de diagnóstico e alternativas de medicamentos. Algumas dessas pesquisas já resultaram em produtos e dependem agora do interesse da iniciativa privada para a comercialização.

“Estamos tentando fazer o melhor possível para ajudar o povo, a partir das nossas observações e do convívio com esse problema social e de saúde pública. A forma de administração de uma droga pode reduzir seus efeitos colaterais. E, se conseguirmos um tratamento tópico baseado na nanotecnologia, será excelente, e esse creme tem um potencial muito grande”, argumentou a pesquisadora do Inpa.

Fonte: Agência Brasil

The post Inpa desenvolve creme para tratamento da leishmaniose appeared first on CONSECTI.

]]>
http://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/inpa-desenvolve-creme-para-tratamento-da-leishmaniose/feed/ 0
Desafio busca inovações que ampliam o acesso à educaçãohttp://www.consecti.org.br/destaques/desafio-busca-inovacoes-que-ampliam-o-acesso-educacao/ http://www.consecti.org.br/destaques/desafio-busca-inovacoes-que-ampliam-o-acesso-educacao/#comments Tue, 21 Oct 2014 13:14:54 +0000 http://www.consecti.org.br/?p=23443 Mesmo com os esforços para universalizar a educação básica brasileira, ainda existem cerca de 3,6 milhões de crianças e jovens fora da sala de aula, conforme relatório do Todos Pela Educação. Pensando nesse cenário, o Changemakers da Ashoka e o Instituto Embratel Claro lançaram o desafioTecnologia é Ponte: diminuindo as distâncias na educação. Com prêmios de até R$ […]

The post Desafio busca inovações que ampliam o acesso à educação appeared first on CONSECTI.

]]>
Mesmo com os esforços para universalizar a educação básica brasileira, ainda existem cerca de 3,6 milhões de crianças e jovens fora da sala de aula, conforme relatório do Todos Pela Educação. Pensando nesse cenário, o Changemakers da Ashoka e o Instituto Embratel Claro lançaram o desafioTecnologia é Ponte: diminuindo as distâncias na educação. Com prêmios de até R$ 36 mil para os selecionados, a iniciativa está em busca de projetos que visam garantir o acesso à educação para alunos em idade escolar.

O objetivo é encontrar ideias inovadoras que utilizam as TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação) para superar desafios como a dificuldade de acesso a uma escola, falta de acessibilidade para deficientes físicos e pouca preparação dos professores para lidar com a diversidade de aprendizado.

Podem participar do desafio educadores, pais, designers, desenvolvedores e alunos, desde que com idade acima de 18 anos. Os interessados devem acessar os site do Changemakers e enviar uma proposta até o dia 22 de outubro, às 17h. Após a submissão do projeto, antes do término do prazo de inscrições, os candidatos ainda podem continuar revisando e alterando suas propostas.

Todos os participantes inscritos no desafio irão receber suporte para articular os seus projetos e contarão com comentários e feedbacks da equipe Ashoka. Além disso, eles poderão participar de chats virtuais no Twitter e painéis de discussão do Google+ Hangout.

As melhores ideias serão selecionadas por uma banca avaliadora, que levará em conta critérios como inovação, impacto social e a sustentabilidade financeira, apontando metas claras a médio e longo prazo. É importante que os inscritos consigam descrever como a sua inovação é capaz de produzir resultados escaláveis e replicáveis.

Os semifinalistas serão anunciados no dia 12 de novembro. Após esse período, eles ainda passarão por uma dinâmica de avaliação aos pares e revisão das inscrições. Na segunda etapa, serão escolhidos entre 10 e 15 finalistas, que devem ser divulgados em janeiro de 2015. Eles participarão de um workshop de inovação on-line e receberão um feedback personalizado de um dos membros da banca avaliadora. Os vendedores do desafio serão conhecidos em março de 2015. No total, serão selecionados três projetos.  Cada um deles irá receber um prêmio no valor de R$ 36 mil.

Fonte: Porvir

The post Desafio busca inovações que ampliam o acesso à educação appeared first on CONSECTI.

]]>
http://www.consecti.org.br/destaques/desafio-busca-inovacoes-que-ampliam-o-acesso-educacao/feed/ 0
Brasil conquista cinco medalhas na Olimpíada Latino-Americana de Astronomiahttp://www.consecti.org.br/destaques/brasil-conquista-cinco-medalhas-na-olimpiada-latino-americana-de-astronomia/ http://www.consecti.org.br/destaques/brasil-conquista-cinco-medalhas-na-olimpiada-latino-americana-de-astronomia/#comments Tue, 21 Oct 2014 13:09:23 +0000 http://www.consecti.org.br/?p=23441 A delegação brasileira conquistou cinco medalhas e outras premiações na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (Olaa), que aconteceu na última semana no Uruguai. São os melhores resultados do país desde a criação da competição em 2009. Com o resultado, o país alcança a marca de 16 medalhas de ouro, 12 de prata e duas […]

The post Brasil conquista cinco medalhas na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia appeared first on CONSECTI.

]]>
A delegação brasileira conquistou cinco medalhas e outras premiações na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (Olaa), que aconteceu na última semana no Uruguai. São os melhores resultados do país desde a criação da competição em 2009. Com o resultado, o país alcança a marca de 16 medalhas de ouro, 12 de prata e duas de bronze na história da Olaa. A equipe brasileira foi selecionada com base na pontuação obtida na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), de 2013.

“Desde que recebi o convite para a seleção, me empenhei muito, era um sonho. Quando fui selecionado, fiquei muito orgulhoso em representar o meu país, e nos preparamos muito bem para isso”, disse o medalhista de ouro Romero da Silva, de 17 anos, de Itabira (MG). Ele está no 3º ano do ensino médio e já se decidiu por estudar engenharia aeroespacial na faculdade.

Nesta 6ª edição da Olaa, o Brasil conquistou três medalhas de ouro e duas de prata. Todos da equipe ganharam ainda o prêmio especial de melhor prova individual, por terem gabaritado os exames. Além de Romero, o ouro também ficou com os estudantes Rafael Charles Heringer Gomes, de Mogi das Cruzes (SP), e Wagner Fonseca Rodrigues, de Belo Horizonte (MG). Carolina Lima Guimarães, de Vitória (ES) e Lucas Hagemaister, de Porto Alegre (RS) ficaram com a prata. O grupo foi liderado pelos professores e astrônomos, João Canalle, coordenador da OBA, e Júlio Klafke.

O estudante Rafael ainda recebeu o prêmio especial de melhor prova em grupo e melhor prova de foguetes. Por eleição, feita entre todas as delegações, Carolina também recebeu o título de melhor companheira da olimpíada. “Chegamos lá com muitas músicas para apresentar, conversando com todo mundo no ônibus, dançando, mostrando essa cultura bem brasileira. Mas quem acabou me ensinando a sambar foi uma colombiana”, disse a estudante, de 17 anos, revelando os motivos para o seu título.

“Foi uma semana maravilhosa. O nível de pressão e as provas estavam mais fáceis do que esperávamos. Tínhamos bastante tempo livre, era divertido, a organização se preocupou muito com a integração entre os estudantes”, explicou Carolina.

Estudante do 3º ano em um instituto federal, ela se apaixonou pela área de exatas desde cedo. “Faço a OBA desde pequena, dede o 3º ano do [ensino] fundamental. Fazia por diversão, sem obrigação ou responsabilidade e acabei gostando. Com certeza foi o que fez me interessar pela área”, disse a estudante.

Além dos conhecimentos adquiridos com a OBA, antes da viagem, os alunos tiveram uma preparação intensa. Em Passa Quatro, Minas Gerais, a delegação brasileira se preparou com grupos de estudos, oficinas de atividades e observação do céu noturno, com e sem instrumentos, resolução de exercícios e realização de provas simuladas. Eles aprenderam também a montar e a manusear dois tipos de telescópios.

As provas da olimpíada foram divididas em partes teórica, prática e de reconhecimento do céu, com etapas individuais e em grupo. Os estudantes participaram ainda de uma competição de lançamento de foguetes em grupos multinacionais.

A olimpíada internacional promove o intercâmbio de conhecimento entre os jovens, não só em astronomia, mas sobre culturas e idiomas dos diversos países. “Foi uma experiência culturalmente interessante. Aprendemos novos costumes, línguas, maneiras de pensar, trocamos presentes, coisas simples que representam os países, como moedas”, disse Romero.

As delegações já se organizaram e montaram um grupo no Facebook para trocar fotos e não deixar o contato acabar.

Fonte: Agência Brasil

The post Brasil conquista cinco medalhas na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia appeared first on CONSECTI.

]]>
http://www.consecti.org.br/destaques/brasil-conquista-cinco-medalhas-na-olimpiada-latino-americana-de-astronomia/feed/ 0
MCTI anuncia recursos para projetos de divulgação da ciênciahttp://www.consecti.org.br/destaques/mcti-anuncia-recursos-para-projetos-de-divulgacao-da-ciencia/ http://www.consecti.org.br/destaques/mcti-anuncia-recursos-para-projetos-de-divulgacao-da-ciencia/#comments Tue, 21 Oct 2014 13:05:08 +0000 http://www.consecti.org.br/?p=23439 O secretário de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social, Oswaldo Duarte, anunciou, neste domingo (19), no encerramento da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, o lançamento de um edital para projetos de incentivo à divulgação da ciência, no próximo ano. “Pela primeira vez, temos parceria com uma empresa privada, o Instituto TIM, para fazer um […]

The post MCTI anuncia recursos para projetos de divulgação da ciência appeared first on CONSECTI.

]]>
O secretário de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social, Oswaldo Duarte, anunciou, neste domingo (19), no encerramento da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, o lançamento de um edital para projetos de incentivo à divulgação da ciência, no próximo ano.

“Pela primeira vez, temos parceria com uma empresa privada, o Instituto TIM, para fazer um edital da divulgação da ciência.

Segundo Duarte, foi o Instituto TIM, que construiu esse edital, com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

O edital, com valor de R$ 2,5 milhões, é voltado para a divulgação de projetos sobre o tema “luz”. No próximo ano, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia terá como tema Luz, ciência e vida.

De acordo com o diretor do Departamento de Popularização e Divulgação de Ciência e Tecnologia do ministério, Douglas Falcão, o objetivo desse edital é incentivar atividades para crianças na faixa de 4 a 10 anos.

“Temos visto que boa parte das ações, hoje, é dirigida para crianças a partir dos 10 anos, embora saibamos que o contato com a ciência e a tecnologia deve ser o mais precoce possível.” A expectativa de Falcão é que o edital seja lançado ainda neste ano. Ele lembrou que já foram divulgados editais que tinham o objetivo de apoiar feiras e olimpíadas do conhecimento em todo o país.

Sobre o evento encerrado hoje em Brasília, Oswaldo Duarte destacou que esta foi a semana cuja área foi a maior já montada na capital: cerca de 33 mil metros quadrado por onde circularam aproximadamente 15 mil pessoas por dia. “Uma frequência forte de estudantes de escolas públicas, privadas e, particularmente no final de semana, de famílias”. Só em Brasília, foram realizadas 1.344 atividades.

O secretário destacou também a grande participação de outros ministérios na iniciativa. “Nós nunca tivemos tantos ministérios envolvidos nessa mostra. No ano passado, quando a temática envolvia esporte e saúde, tivemos os ministério do Esporte e da Saúde [participando]. Neste ano, foram sete ministérios, além do da Ciência, Tecnologia e Inovação, e o governo do Distrito Federal.”

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação faz balanço sobre a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
O ministério pretende incentivar nos próximos eventos atividades para crianças de 4 a 10 anosFabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O balanço nacional da semana ainda não foi fechado, já que em algumas localidades, as atividades serão realizadas apenas depois do segundo turno das eleições, previsto para o próximo domingo (26). Para Douglas Falcão, entretanto, os resultados já podem ser considerados positivos. “Hoje temos, oficialmente cadastradas, 35 mil atividades em 537 cidades, com a participação de 560 instituições. Já começamos quebrando o recorde de atividades do ano passado”, afirmou.

Em entrevista coletiva no encerramento da semana, Falcão destacou o envolvimento das instituições participantes com os projetos sobre o tema deste ano, Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Social. “Não há dúvida de que, hoje, ciência e tecnologia é uma moeda muito cara e importante para o desenvolvimento. Um país como o Brasil precisa desenvolver  tecnologia de ponta, mas precisa também fazer com que os frutos da ciência  e da tecnologia melhorem a qualidade de vida dos brasileiros. Este foi o desafio da semana nacional, e foi alcançado pelas instituições”. Para ele, outro legado da semana foi o fortalecimento da rede de instituições que trabalham para divulgar a ciência.

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia foi criada em 2004, com o objetivo de popularizar a ciência e mostrar sua importância no desenvolvimento do país. O evento é organizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, em parceria com outros órgãos e empresas. Uma das atrações foi robô de telepresença R1T1, que chamou a atenção no Pavilhão de Exposição em Brasília.

Fonte: Agência Brasil

The post MCTI anuncia recursos para projetos de divulgação da ciência appeared first on CONSECTI.

]]>
http://www.consecti.org.br/destaques/mcti-anuncia-recursos-para-projetos-de-divulgacao-da-ciencia/feed/ 0
Prêmio Jovem Cientista está com inscrições abertashttp://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/premio-jovem-cientista-esta-com-inscricoes-abertas/ http://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/premio-jovem-cientista-esta-com-inscricoes-abertas/#comments Tue, 21 Oct 2014 13:00:49 +0000 http://www.consecti.org.br/?p=23437 A 28ª edição do Prêmio Jovem Cientista está com as inscrições abertas até o dia 19 de dezembro. Este ano, estudantes do ensino médio e da educação superior, mestres e doutores têm o desafio de desenvolver projetos sobre o tema Segurança Alimentar e Nutricional. Enquanto 3,4 milhões de pessoas ainda passam fome no Brasil, segundo […]

The post Prêmio Jovem Cientista está com inscrições abertas appeared first on CONSECTI.

]]>
A 28ª edição do Prêmio Jovem Cientista está com as inscrições abertas até o dia 19 de dezembro. Este ano, estudantes do ensino médio e da educação superior, mestres e doutores têm o desafio de desenvolver projetos sobre o tema Segurança Alimentar e Nutricional.

Enquanto 3,4 milhões de pessoas ainda passam fome no Brasil, segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), o esforço do Poder Público pra tirar as famílias desta situação e elevar a renda abriu espaço para a discussão sobre a falta de qualidade dos alimentos consumidos pela população.

São inúmeras as possibilidades de abordagem para o tema. O representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic, disse que já participou de eventos com jovens para incentivar a discussão sobre o assunto. “Segurança alimentar não é só para nutricionista, ela está em várias áreas de produção, como transporte e comunicação. Há uma multidisciplinaridade muito ampla para tratar o tema da segurança. Precisamos resolver os problemas pensando no futuro e ele começa por trabalhar com a juventude de hoje”, avalia.

Para orientar os estudantes, o regulamento do prêmio definiu 11 linhas de pesquisa para as categorias mestre, doutor e estudante da educação superior. Para o ensino médio, são cinco subtemas. As pesquisas devem ter aplicação prática na solução de problemas de uma localidade específica ou do país.

Os estudantes do ensino médio ainda têm disponível aulas pela internet sobre segurança alimentar e nutricional, que ajudam a dar os primeiros passos na elaboração da pesquisa. O material didático e informações para inscrição podem ser encontradas no site da premiação.

O Prêmio Jovem Cientista é uma iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com a Fundação Roberto Marinho, e conta com patrocínio da Gerdau e da BG Brasil.

Fonte: Agência Brasil

The post Prêmio Jovem Cientista está com inscrições abertas appeared first on CONSECTI.

]]>
http://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/premio-jovem-cientista-esta-com-inscricoes-abertas/feed/ 0
Inovação abre espaço na agendahttp://www.consecti.org.br/destaques/inovacao-abre-espaco-na-agenda/ http://www.consecti.org.br/destaques/inovacao-abre-espaco-na-agenda/#comments Tue, 21 Oct 2014 12:54:26 +0000 http://www.consecti.org.br/?p=23435 Dirigentes de corporações como Ericsson, Avaya, Algar e Cremer estão reservando mais espaço em suas agendas para fermentar ações de inovação no dia a dia dos negócios. O objetivo é abrir as portas das empresas para iniciativas inovadoras em rotinas de trabalho, serviços para clientes e produtos. Para isso, costuram parcerias com universidades brasileiras, investem […]

The post Inovação abre espaço na agenda appeared first on CONSECTI.

]]>
Dirigentes de corporações como Ericsson, Avaya, Algar e Cremer estão reservando mais espaço em suas agendas para fermentar ações de inovação no dia a dia dos negócios. O objetivo é abrir as portas das empresas para iniciativas inovadoras em rotinas de trabalho, serviços para clientes e produtos. Para isso, costuram parcerias com universidades brasileiras, investem em capital humano e no fluxo de novas ideias entre funcionários e parceiros. “Programas internos de geração de projetos foram responsáveis pela criação de 800 ações, que resultaram em negócios de R$ 300 milhões”, diz Luiz Alexandre Garcia, CEO do Grupo Algar, durante o painel Inovação e Gestão de Qualidade, realizado na Futurecom 2014, em São Paulo.

Segundo Jesper Rhode Andersen, diretor de marketing para a América Latina da Ericsson, a empresa investiu R$ 800 milhões em pesquisa e desenvolvimento (P&D) nos últimos 12 anos no Brasil. Este mês, a fornecedora do setor de telecomunicações contratou 60 novos profissionais que se somarão aos 400 especialistas em inovação que mantém no país. O reforço vai atuar no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP), em parceria com a Fundação de Ciência e Tecnologia (Fitec). A organização mantém uma aliança com a Ericsson desde 2008, em projetos de TV e propaganda móvel.

“Para acelerar mais ações de inovação, temos parcerias com oito universidades brasileiras”, diz. Cada projeto pode durar de dois a três anos. Desde 2012, a Ericsson trabalha com a Universidade Federal do Ceará em pesquisas sobre a rede 5G. Segundo a empresa, com a proliferação de smartphones e tablets, gerações atuais de internet sem fio, como 3G e 4G, não serão suficientes para atender as necessidades dos usuários.

Na catarinense Cremer, de produtos descartáveis para o setor de saúde, a linha de produção ganhou um choque de inovação há cinco anos. “A inovação se transformou em uma meta corporativa. Em 2009, não tínhamos produtos inovadores”, diz o CEO Leonardo Byrro, de 34 anos, considerado um dos mais jovens presidentes de empresas listadas pela Bovespa.

O desafio da companhia de sete mil funcionários e faturamento de R$ 800 milhões foi implantar uma cultura de inovação que atraísse capital humano especializado. “Ao contrário das startups do setor, o mercado não nos via como uma organização inovadora”. Hoje, o próprio Byrro se responsabiliza pelos processos de recrutamento em universidades. “A seleção de novos talentos não é delegada para consultorias de recursos humanos. Vou a todas as entrevistas”.

O alvo do executivo são enfermeiros para desenvolvimento técnico, médicos e engenheiros. Uma das novidades da marca são gazes com microchips, para impedir que o material seja “esquecido” nos pacientes depois das cirurgias. Segundo Byrro, uma intervenção hospitalar pode consumir até 600 compressas.

Garcia, do grupo Algar, afirma que a inovação deve estar na agenda dos comitês corporativos para ser usada no aumento da competitividade. O conglomerado investe em dois programas de gestão na área, focados em ideias (PGI) e projetos (PGP). A meta é direcionar iniciativas para o aperfeiçoamento de processos, produtos e serviços. A marca incentiva equipes a sugerir melhorias e distribui bônus correspondentes a uma parte dos resultados financeiros obtidos com as ações. “Em 14 anos, os programas foram responsáveis pela criação de 800 projetos, que resultaram em R$ 300 milhões em novos negócios”. Com receita de R$ 3,8 bilhões, o Algar também atua no agronegócio, aviação e hotelaria.

A Avaya, de sistemas e serviços para comunicação empresarial, também estimula funcionários e parceiros com premiações dadas a projetos reconhecidos pelos clientes. “A gestão da qualidade e da inovação tem de estar associada à forma de melhorar os nossos negócios”, diz o presidente da empresa americana no Brasil, Nelson Campelo. “Conseguimos diminuir o tempo médio de entrega de propostas em 40%, com um aumento médio de 20% no fechamento de contratos”. O segredo? Atração e retenção de talentos, ligadas a métricas de qualidade nos serviços prestados.

De acordo com Carlos Américo Pacheco, reitor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), do total de egressos do ensino superior no Brasil, apenas 5% são diplomados como engenheiros. “É difícil ser um país inovador sem esses profissionais”, diz. O ITA diploma 120 engenheiros ao ano.

Fonte: Valor

The post Inovação abre espaço na agenda appeared first on CONSECTI.

]]>
http://www.consecti.org.br/destaques/inovacao-abre-espaco-na-agenda/feed/ 0
Instituto Senai PR de Inovação prospecta novas parcerias internacionaishttp://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/instituto-senai-pr-de-inovacao-prospecta-novas-parcerias-internacionais/ http://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/instituto-senai-pr-de-inovacao-prospecta-novas-parcerias-internacionais/#comments Mon, 20 Oct 2014 13:39:33 +0000 http://www.consecti.org.br/?p=23431 O pesquisador Paulo Marangoni, do Instituto Senai de Inovação (ISI) em Eletroquímica, realizou durante o mês de setembro uma série de visitas a institutos de ciência e tecnologia europeus para a prospecção de possíveis novas parcerias internacionais. Na Alemanha, o pesquisador realizou um treinamento no Instituto ZIEL, que trabalha com análises e pesquisa aplicada para […]

The post Instituto Senai PR de Inovação prospecta novas parcerias internacionais appeared first on CONSECTI.

]]>
O pesquisador Paulo Marangoni, do Instituto Senai de Inovação (ISI) em Eletroquímica, realizou durante o mês de setembro uma série de visitas a institutos de ciência e tecnologia europeus para a prospecção de possíveis novas parcerias internacionais. Na Alemanha, o pesquisador realizou um treinamento no Instituto ZIEL, que trabalha com análises e pesquisa aplicada para a indústria de alimentos, e realizou uma visita técnica ao Instituto Fraunhofer IVV. Outra instituição visitada no país foi a unidade de Microfluídica e Bio-MEMS do IMTEK, cujo foco é Engenharia de Microsistemas, que possui forte interação com sistemas biológicos e eletroquímica.

Na Suécia, o pesquisador esteve nas unidades Nano Electronics, Fiber Optics, Printed Eletronics e Sensor Systems do Instituto ACREO. A ideia da visita foi estabelecer uma relação ainda mais forte entre as instituições, devido a cooperação em um dos projetos aprovados no Edital Senai Sesi de Inovação 2013 que está sendo desenvolvido no Instituto brasileiro.

Fonte: Senai PR

 

The post Instituto Senai PR de Inovação prospecta novas parcerias internacionais appeared first on CONSECTI.

]]>
http://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/instituto-senai-pr-de-inovacao-prospecta-novas-parcerias-internacionais/feed/ 0
Espaço Lego incentiva aprendizado lúdico e socioeducativo na Semana Nacional de Ciência e Tecnologiahttp://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/espaco-lego-incentiva-aprendizado-ludico-e-socioeducativo-na-semana-nacional-de-ciencia-e-tecnologia/ http://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/espaco-lego-incentiva-aprendizado-ludico-e-socioeducativo-na-semana-nacional-de-ciencia-e-tecnologia/#comments Mon, 20 Oct 2014 13:36:56 +0000 http://www.consecti.org.br/?p=23429 O espaço Lego, que tem como finalidade desenvolver o aprendizado da criança desde a sua iniciação acadêmica, é um dos stands à disposição do público que visita a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, no estacionamento L1 do Salvador Shopping. O projeto tem atividades extracurriculares e curriculares voltadas para o aprendizado, onde são desenvolvidas atividades […]

The post Espaço Lego incentiva aprendizado lúdico e socioeducativo na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia appeared first on CONSECTI.

]]>
O espaço Lego, que tem como finalidade desenvolver o aprendizado da criança desde a sua iniciação acadêmica, é um dos stands à disposição do público que visita a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, no estacionamento L1 do Salvador Shopping. O projeto tem atividades extracurriculares e curriculares voltadas para o aprendizado, onde são desenvolvidas atividades lúdicas para que a criança aprenda na teoria e, depois, aplique a experiência em sala de aula.

A gerente comercial da Zoom, Rosalva Oliveira, explica o funcionamento do projeto. “Toda montagem é contextualizada. Nós temos material didático, então a criança consegue aprender aquela informação que ela desenvolve para a vida inteira, porque ela aprende com as mãos na montagem”, explica.

As aulas possibilitam desenvolver habilidades de competências cognitivas e socioeducativas para o decorrer da vida. A iniciação das aulas vai do segmento infantil aos cursos extracurriculares. Na mostra, é possível ver alguns dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos do projeto. A serpente e o elefante são algumas dessas criações feitas em sala, que estão em exposição na SNCT.

Para os visitantes, o evento é de grande importância para que a ciência e a tecnologia sejam inseridas no cotidiano, visando o saber de forma interativa para compreensão de todos. “Acho importante esse evento porque a gente tem pouca cultura das tecnologias. Sinto falta das ciências tecnológicas no Brasil,” diz a professora Suzana Andrade.

Fonte:SECTI-BA

The post Espaço Lego incentiva aprendizado lúdico e socioeducativo na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia appeared first on CONSECTI.

]]>
http://www.consecti.org.br/giro-nos-estados/espaco-lego-incentiva-aprendizado-ludico-e-socioeducativo-na-semana-nacional-de-ciencia-e-tecnologia/feed/ 0