Destaques

Walter Colli é o vencedor do Prêmio Almirante Álvaro Alberto

O bioquímico Walter Colli, de 74 anos, do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (IQ-USP), é o vencedor da edição 2014 do Prêmio Almirante Álvaro Alberto, que este ano foi dedicado a Ciências da Vida.

“É considerado o maior prêmio de ciência e tecnologia do Brasil”, disse o pesquisador à revista Pesquisa FAPESP, acrescentando ter sido surpreendido pelo telefonema do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, com a notícia.

Colli é colaborador sênior do IQ-USP, foi presidente da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) entre 2006 e 2009 e é coordenador adjunto da FAPESP em Ciências da Vida desde 2003, entre outras funções de destaque.

Graduado em medicina pela USP em 1962, ele se especializou em bioquímica e biologia molecular e investigou a interação entre o protozoário Trypanosoma cruzi, causador da doença de Chagas, e sua célula hospedeira. Depois da aposentadoria no IQ-USP em 2009, continua a colaborar com a pesquisa do Laboratório de Bioquímica de Parasitas, criado por ele, agora chefiado pela bioquímica Maria Júlia Manso Alves.

Atualmente, é o pesquisador responsável pelo projeto “Identificação de novos genes de Trypanosoma cruzi envolvidos na adesão e invasão celular”, que tem apoio FAPESP no âmbito do Auxílio à Pesquisa – Regular.

A distinção é concedida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com a Fundação Conrado Wessel e a Marinha do Brasil. A cerimônia de premiação – que inclui diploma, medalha e R$ 200 mil – ocorre em Brasília em outubro, durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.

Mais informações sobre o prêmio:http://www.premioalvaroalberto.cnpq.br/premio.html

Fonte: Agência Fapesp

Próximos Eventos