Destaques

Verba de inovação em petróleo pode ser remanejada

O ministro de Ciência e Tecnologia, Marco Antônio Raupp, afirmou nesta segunda-feira que pode remanejar recursos do programa Inova Empresa na área de petróleo e gás, caso não haja demanda. O edital específico para o setor, publicado em março, ainda aguarda posicionamento da Petrobras nos próximos dois meses para ser concluído.

No total, o ministério lançou editais no valor de R$ 32,9 bilhões para o financiamento de projetos de inovação das empresas nas áreas de energia, saúde, petróleo e gás, defesa, sustentabilidade, entre outras. A área de petróleo e gás foi a que teve menor demanda. No balanço apresentado nesta segunda-feira na sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Raupp afirmou que os recursos para o setor, de R$ 2,9 bilhões, podem ser remanejados.

“Na maioria dos setores, a demanda é bem maior do que a oferta, mas em algumas áreas há recursos sobrando. Vamos ter de fazer adaptações, transferir recursos até encontrar o ponto de equilíbrio.” De acordo com ele, os reajustes internos na Petrobras causaram a demora no pedido e conclusão dos projetos de financiamento.

Raupp também negou que haja risco de contingenciamento dos recursos do programa. Segundo Raupp, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou que os cortes no Orçamento do governo não atingirão os financiamentos. O Inova Empresa tem recursos de R$ 32,9 bilhões para apoio a projetos de inovação em diversas áreas.

Fonte: Jornal O Estado de São Paulo

Próximos Eventos