+55 (61) 9 7400-2446

Destaques

Santos Dumont, o supercomputador brasileiro, seleciona projetos

O Laboratório Nacional de Computação Científica começou a receber propostas para uso do supercomputador Santos Dumont, o novíssimo equipamento de 84 metros quadrados capaz de processar dados em 1,1 Petaflop/s – o que o coloca como 148o computador mais rápido do planeta.

Pesquisadores interessados em usá-lo devem preencher um formulário online, na página do LNCC na internet. Como o Santos Dumont é modulável – são três núcleos distintos que permitem focos de aplicação também diferentes – será possível enquadrar a alocação da capacidade computacional em dois tipos de programas, premium e standard.

O primeiro programa é voltado a projetos de pesquisa de grande porte, que abordam grandes desafios computacionais em ciência e tecnologia, sob o ponto de vista de demanda de processamento. Já o standard é para pesquisas de pequeno e médio porte (sempre em termos de necessidade de processamento).

O uso da capacidade de processamento é viabilizado pelo Sistema Nacional de Processamento de Alto Desempenho, ou Sinapad, uma rede com nove centros (UFRGS, Unicamp, UFRJ, UFMG, UFPE, UFCE, INPA e INPE, além do LNCC) interligados a 100 Gbps. Antes do Santos Dumont, a capacidade total do Sinapad era de 168 teraflops – agora, ela é 25 vezes mais rápida.

Fonte: Convergência Digital

Próximos Eventos