Destaques

Quase 100 professores de universidades não têm nem graduação

O Brasil tem 93 professores lecionando em universidades públicas e privadas do país que nunca fizeram nenhum curso de graduação. Ou seja, algumas centenas de alunos estão tendo aulas com docentes que não tem nem mesmo ensino superior completo.

A informação é do Censo do Ensino Superior 2012, elaborado pelo Insituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC), e divulgado nesta semana. Dos 93 professores, 88 estão na rede pública.

Mais de 80% estão nos estados da região Nordestedo país.

Esse número já foi maior. Em 2001, o Brasil tinha 299 professores universitários sem nenhum curso degraduação no currículo.

Segundo Luiz Henrique Schuch, vice-presidente da Sindicato Nacional dos Docentes do Ensino Superior (ANDES-SN), esses docentes são, provavelmente, “remanescentes” de uma legislação antiga.

“Hoje isso seria impossível, mas ainda há muitos professores – que hoje já estão próximos da aposentadoria – com formação técnica e que lecionam em universidades vinculadas a escolas técnicas”, explica.

A lei atual determina que todos os professores do Ensino Superior tenham, no mínimo, um curso superior completo para prestar os concursos de universidades federais – no entanto, a maioria dos editais exige como requisito para a inscrição as titulações de mestrado e doutorado.

Doutores

Por outro lado, o número de professores com especialização, mestrado ou doutorado saltou mais de 100% entre 2001 e 2012. Hoje, o país tem 351.894 professores nessas condições, sendo que 45,6% deles estão lecionando nas unversidades públicas e privadas doSudeste.

Na outra ponta, está o Norte do Brasil, que tem apenas 6% dos professores com essas titulações.

Fonte: Exame

Próximos Eventos