+55 (61) 9 7400-2446

Destaques

Profissional sênior se considera mais empreendedor do que geração Y, diz pesquisa

Uma pesquisa mundial feita pelo site de empregos Monster e pela consultoria Millennial Branding aponta que 41% dos empregados da Geração X (definida entre 30-49 anos) e 45% dos “Baby Boomers” (entre 50-69 anos) se consideram empreendedores. Na geração Y (de 18-29 anos) esse índice foi de 32%.

Enquanto os trabalhadores mais jovens tendem a ser atraídos para start-ups (empresas iniciantes de base tecnológica) e pequenas empresas a fim de ter mais liberdade criativa e capacidade de tomar decisões, o estudo demonstrou que o conceito de intra-empreendedorismo está vivo em gerações mais velhas de trabalhadores. O intra-empreendedor é uma pessoa dentro de uma corporação que assume a responsabilidade direta para transformar uma ideia em um produto acabado e lucrativo por meio da tomada de risco e inovação.

“A internet criou oportunidades empresariais únicas, não apenas para a geração Y, mas para todas gerações de trabalhadores”, diz Dan Schawbel, fundador da Millennial Branding. “Nós não vemos as mesmas barreiras de entrada para começar um novo negócio como nós víamos 10 anos atrás. Todo mundo tem a tecnologia para se conectar e, agora, tudo o que você precisa é de uma ideia inovadora e um site para criar uma start-up.”

“Essa pesquisa revelou que o espírito empreendedor reside em todos nós e em todas as gerações dos trabalhadores”, disse Jeffrey Quinn, vice-presidente da Global Monster Insights. “Seja um direto resultado da situação econômica atual do mundo ou uma vontade independente de uma pessoa, estamos vendo mais e mais pessoas em todas gerações iniciar seus próprios negócios como alternativas aos tradicionais empregos ou carreiras. Estratégias de retenção do empregador poderiam beneficiar da criação de ambientes que estimulem a cultura intra-empreendedora e oportunidades para os trabalhadores.”

Enquanto uma característica principal dos empresários é um apetite por risco, a pesquisa mostrou que os entrevistados da Geração Y são realmente menos adversos ao risco. Apenas 28% da Geração Y inquiridos se identificou como sendo de alto risco, em comparação com 40% de Geração X e 43% dos Boomers. Isto pode ser devido, em parte, aos funcionários da Geração Y visualizarem seus trabalhos como temporários, com 55% dos entrevistados indicando que seu empregador atual é um “passo” na sua carreira.

Quando os entrevistados da Geração Y foram questionados sobre as suas intenções de ficar na sua presente empresa por um longo tempo, apenas 26% concordaram ou concordaram fortemente.

A Monster enviou um convite para 200.000 usuários selecionados aleatoriamente para participar do levantamento. Ele foi feito entre 29 de outubro e 29 de novembro de 2012. A amostra total foi de 2.828 participantes preenchendo um formulário de pesquisa on-line. Dado o tamanho da amostra esta pesquisa tem margem geral de erro de cerca de 1,85% no nível de confiança de 95%.

Fonte: Folha de São Paulo

Próximos Eventos