Destaques

Ministro estuda regulação da mídia que inclua internet

O ministro Paulo Bernardo, das Comunicações, quer apresentar um projeto de regulação da mídia que não interfira no conteúdo do que é publicado pelos meios de comunicação e que inclua a internet. Ele afirmou nesta segunda, 3, que estuda a apresentação de um projeto. O ministro abordou o assunto ao falar com jornalistas após a cerimônia de posse dos novos ministros da Casa Civil, da Educação, da Saúde e da Secretaria de Comunicação Social (Secom).

Bernardo disse ainda que o projeto apresentado pelo ex-ministro da Secom Franklin Martins tem que ser complementado para regular o monopólio da mídia incluindo a internet. “O Google está se tornando o grande monopólio da mídia. A gente vê uma disputa entre teles e TVs e, provavelmente, se durar muitos anos, o Google vai engolir os dois”, disse Bernardo.

Ele ainda questionou se o gigante das buscas online paga os mesmos impostos da mídia tradicional sobre o seu faturamento – que seria de R$ 3,5 bilhões com publicidade no Brasil, segundo o ministro. Ele ressaltou que há espaço para o recebimento de sugestões sobre o melhor modelo a ser adotado no país. Segundo Bernardo, é preciso chegar a um acordo sobre qual vai ser o modelo e como será conduzido o projeto, podendo ser um projeto único ou em partes.

Fonte: Teletime com informações da Agência Brasil

Próximos Eventos