+55 (61) 9 7400-2446

Destaques

Ministério Público do Trabalho faz Serpro criar rede aberta Wi-Fi

O Serpro terá uma rede Wi-Fi aberta para empregados e visitantes sem um monitoramento expressivo. Decisão atende a uma ordem dada pelo Ministério Público do Trabalho, em junho do ano passado, e a nova infraestrutura começa a funcionar no final de agosto. A rede paralela, no entanto, não terá qualquer integração com a rede corporativa da estatal, explica Ulysses Machado, titular da Coordenação de Gestão de Segurança da Informação do Serpro. “Wi-Fi é um pesadelo, mas viver é um perigo”, afirma.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o IT Security, evento realizado pela Network Eventos, em Brasília, Machado conta que o Ministério Público do Trabalho questionou o fato de o Serpro monitorar as ações dos seus funcionários nas redes sociais e no webmail, o que poderia configurar numa violação de privacidade. Machado contesta essa ‘invasão’ de privacidade. “Todo o monitoramento era feito dentro das regras legais. Ele acontecia tão somente para proteger os dados”. O portal Convergência Digital registru esse embate entre o MPT e o Serpro.

O executivo assume que o Serpro relutou bastante para abrir uma rede Wi-Fi mas, com o avanço da tecnologia está sendo possível atender às ordens do Ministério Público do Trabalho sem colocar tanto em risco à segurança da rede interna da estatal. Mas há ações de restrições sendo implantadas, entre eles, o bloqueio de outros hotspots. Assistam a entrevista do coordenador de Gestão de Segurança da Informação do Serpro.

Fonte: Convergência Digital

Próximos Eventos