+55 (61) 9 7400-2446

Destaques

Mercado de startups cresce no Brasil com a chegada de investidores

Startups são empresas de base tecnológica, com um modelo de negócio escalonável e com elementos de inovação que crescem em condições de extrema incerteza. No Brasil, existem 10 mil negócios desse tipo, mas a previsão é que esse número dobre em dois anos.

Na avaliação do CEO da Samba Tech, e presidente da Associação Brasileira de Startups, Gustavo Caetano, esse mercado – inclusive – tem crescido muito no Brasil principalmente por conta da chegada de grandes investidores internacionais. Eles estão em busca de inovações, é claro, mas também de um grande mercado, que é o brasileiro.

Na opinião de Gustavo, dentro desse mercado de startups em que ele atua, e que envolve capital de risco, há pelo menos três desafios para o empreendedor. O primeiro é conseguir o dinheiro para investir. O segundo é gente.

“Em uma startup, que tem poucos profissionais, qualquer pessoa que te puxar para baixo vai fazer mal para o seu negócio. As pessoas mais geniais que eu contratei não vieram por causa de dinheiro, mas por causa do sonho”, afirmou. Já o terceiro desafio, é desapegar. Afinal, a partir do momento em que entra um investidor, o negócio vai precisar crescer e ser rentável. “Você tem que estar preparado para criar algo legal e depois vender com a entrada de um capital de risco”, lembrou.

No caso da Samba Ads, rede de publicidade em vídeos online, a ajuda inicial veio de um investidor-anjo, Florian Otto, fundador do Groupon Brasil. Recentemente, a empresa anunciou um novo aporte de quatro grandes investidores: Initial Capital, 500 Startups, Rhodium Capital e e.Bricks Digital. “Montamos uma nova empresa, 50% minha e 50% dos investidores”, disse Gustavo.

Fonte: O Estado de São Paulo

 

Próximos Eventos