Destaques

Mercadante defende ensino profissionalizante para aumentar produtividade da economia

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, defendeu, há pouco, o ensino profissionalizante como uma maneira “para aumentar a produtividade da economia brasileira”. Ele citou a prioridade dada pela presidente Dilma Rousseff aos cursos profissionalizantes e as 4,5 milhões de matrículas já feitas no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). “No Enem temos 7,3 milhões de participantes, mas apenas 1,2 milhão de vagas; a perspectiva da profissionalização e o Pronatec vieram saldar esse vazio”, disse.

Mercadante participa, ao lado de Dilma, da cerimônia de formatura do programa em Osório (RS) e da inauguração do campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) na cidade gaúcha. No discurso, o ministro engrossou ainda o coro dos membros do governo federal que citam a taxa de desemprego de 6% do Brasil como uma das menores do mundo. “Brasil tem grande oportunidade de emprego e uma das menores taxas de emprego. Foi o País que mais gerou empregos nos últimos cinco anos na crise internacional, segundo o FMI (Fundo Monetário Internacional)”, concluiu.

Fonte: o Estado de São Paulo

Próximos Eventos