+55 (61) 9 7400-2446

Destaques

Mecanismo impulsiona os avanços tecnológicos

Corrigir problemas de uma linha de montagem recém-criada é um processo oneroso, que pode trazer perdas e atrasar a produção. Foi pensando nisso que a ThyssenKrupp do Brasil resolveu desenvolver o projeto de comissionamento virtual, sistema que simula a operação da linha de montagem e antecipa possíveis problemas, a tempo de corrigi-los na fase de projeto.

A fabricante de autopeças, máquinas e equipamentos já tinha um modelo em vigor na matriz, na Alemanha, mas ele precisaria de um desenvolvimento maior para ser aplicado ao Brasil. Entre fazer o desenvolvimento por conta própria ou buscar uma parceria com a academia, a filial brasileira decidiu-se pela segunda opção.

Foi por intermédio de uma parceria técnico-científica com o Instituto Mauá de Tecnologia que a ThyssenKrupp chegou ao RHAE, o Programa de Formação de Recursos Humanos em Áreas Estratégicas, criado em 1987 pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Em um país com baixo índice de inovação e de pesquisa aplicada – apenas 18% dos pesquisadores brasileiros estão nas empresas, contra 55% na Coreia -, o RHAE é um dos principais mecanismos para fomentar o desenvolvimento tecnológico. Para cada US$ 1 milhão investido pelo governo no programa, surgem ou se aperfeiçoam em média 26 produtos, 19 sistemas ou dez serviços, de acordo com o CNPq.

O projeto da ThyssenKrupp foi aprovado na chamada aberta pelo CNPq no ano passado. Com isso, um laboratório com 100 metros quadrados e vários equipamentos foram cedidos pela empresa ao Instituto Mauá, permitindo que os pesquisadores recrutados tivessem condições de desenvolver toda a pesquisa. O laboratório é parte da contrapartida. No RHAE, o CNPq arca com o pagamento dos bolsistas e a empresa tem de participar com pelo menos 20% do projeto. A contrapartida também pode ser feita com aporte de recursos financeiros ou concessão de benefícios aos pesquisadores, entre outras modalidades.

Cinco bolsistas pagos pelo CNPq foram contratados: três mestrandos em engenharia e dois graduandos, que atuam como estagiários. O projeto tem duração de dois anos e a empresa está otimista quanto aos resultados, diz Ricardo Cardoso, responsável pelo desenvolvimento de produtos. Ele adianta que, caso o projeto não seja concluído no prazo, a ThyssenKrupp vai buscar meios para concluí-lo junto ao CNPq ou com recursos próprios.

O projeto foi premiado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) no ano passado como um dos 22 casos de inovação do Prêmio Nacional da Inovação. O comissionamento virtual é capaz de reduzir em 30% o tempo necessário de implementação de uma linha de montagem.

Uma vantagem para as empresas é a desoneração da pesquisa, já que salários e encargos dos pesquisadores são pagos pelo CNPq. É isso que levou a consultoria ambiental Waycarbon, de Belo Horizonte, a entrar na seleção do RHAE. A Waycarbon acaba de ser aprovada e, até junho, estava em fase de recrutamento de pesquisadores.

A consultoria tem duas preocupações, diz Mariana de Queiroz Bertelli, gerente de inovação da Waycarbon. A primeira é desenvolver a tecnologia dentro do timing de oportunidade. A segunda é encontrar pesquisadores que aceitem o valor da bolsa. O pagamento tem como base uma tabela do CNPq, mas em algumas áreas – caso dos especialistas em TI – pode haver discrepância em relação ao que o mercado pagaria pelo mesmo profissional.

“Este programa é destinado à inserção de mestres e doutores nas empresas”, explica Cimei Borges Teixeira, coordenador do RHAE no CNPq. “A ideia é fomentar a inovação por meio da formação de equipes de pesquisa e desenvolvimento dentro das companhias.”

De 2007 para cá, o RHAE já realizou seis chamadas públicas, com atendimento a mais de mil empresas. A chamada atual possui verba de R$ 60 milhões. As anteriores somaram um investimento total de R$ 176 milhões. A partir deste ano, o programa vai oferecer também bolsas de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação no Exterior.

Fonte: Valor

Próximos Eventos