Destaques

MCTI passa ileso por cortes orçamentários

O ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) foi poupado do corte de R$ 44 bilhões no orçamento  anunciado pelo governo federal nesta quinta-feira (20). Elevada ao status de prioridades do governo, a pasta manteve o orçamento previsto na Lei Orçamentária Anual (LOA) em R$ 6,8 bilhões.

A contenção dos gastos do Executivo Nacional teve como objetivo a consolidação fiscal que permite a sustentabilidade econômica e auxilia no controle da inflação. Entre as premissas para um corte desta magnitude estão a menor arrecadação de receitas extraordinárias do que as de 2013, e a contenção das despesas de custeio e da máquina pública.

Segundo o titular do MCTI, Marco Antônio Raupp, a manutenção dos recursos foi uma vitória para o setor. “É importante porque dá uma parametrização para nossa execução orçamentária deste ano,” destacou.

Em relação a ações prioritárias para este ano, Raupp afirmou que a pasta seguirá com atuação alicerçada em três linhas. A primeira é a conservação e aumento da base de geração de conhecimento de todo o Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (SNCTI).

A outra linha diz respeito à agregação e gestão estratégica de infraestrutura de CT&I para possibilitar a implantação de laboratórios abertos. A última diretriz é o apoio à pesquisa e desenvolvimento nas empresas, por meio do Inova Empresa, a fim de crescer o número de instituições inovadoras no País.

Fonte: Gestão CT&I

Próximos Eventos