Destaques

MCTI divulga lista de empresas selecionadas na segunda rodada do programa Startup Brasil

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) divulgou nesta quarta-feira, 18, as 62 startups selecionadas na segunda rodada de seleção para o programa Startup Brasil, anunciado pelo governo no fim do ano passado e que faz parte do Programa Estratégico de Software e Serviços de Tecnologia da Informação — TI Maior, cujo objetivo é fomentar a indústria de software e serviços de TI no Brasil.

São 53 projetos nacionais e nove estrangeiros a serem apoiados pelo programa do governo federal. As 62 empresas novatas foram selecionadas entre 709 inscritas, das quais 531 eram brasileiras e 178 estrangeiras, e podem obter bolsas de até R$ 200 mil, apoio com recursos públicos que se soma ao investimento da aceleradora.

Segundo o diretor de Políticas de Tecnologias da Informação e Comunicações do MCTI, Rafael Moreira, as startups selecionadas na segunda rodada podem ser aceleradas a partir da segunda quinzena de fevereiro de 2014. As 531 empresas nacionais inscritas concentram-se nas regiões Sudeste e Sul, com 79,4% das aplicações. “Essa é uma característica do próprio movimento empreendedor”, observa ele, ao acrescentar que há uma tendência de crescimento do Nordeste.

Regionalmente, as 53 empresas nacionais selecionadas estão assim distribuídas: 19 de São Paulo; seis de Minas Gerais; cinco do Rio de Janeiro; quatro do Ceará; três de Alagoas; três do Paraná; três de Pernambuco; três do Rio Grande do Norte; duas de Goiás; duas de Brasília; uma de Santa Catarina; uma do Rio Grande do Sul; e uma do Pará.

Entre as 178 startups estrangeiras inscritas, houve uma maior diluição geográfica na comparação com a primeira chamada do ano. Os Estados Unidos seguem na liderança, embora com menor presença.”Chama atenção, do ponto de vista das aplicações internacionais, a maior participação de empreendedores oriundos da América Latina, principalmente da Argentina, com 14%, e do Chile, com 11,8% das aplicações”, enfatiza Moreira.

O programa

Lançado em novembro de 2012, o Startup Brasil qualificou para o ciclo deste ano nove aceleradoras, que atualmente impulsionam o desenvolvimento de 56 startups, sendo 45 nacionais e 11 estrangeiras, habilitadas na primeira chamada do edital. “Nós queremos que os jovens criem empresas de software competitivas no Brasil e desenvolvam produtos de classe mundial”, afirma o secretário de Política de Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Virgilio Almeida. “Nós queremos que os jovens criem empresas de software competitivas no Brasil e desenvolvam produtos de classe mundial.”

Para 2014, Almeida garante que o programa repete o ciclo deste ano, com o lançamento de duas chamadas para 50 startups cada, uma em março e outra no segundo semestre. Além disso, o edital para qualificação de novas aceleradoras está aberto até 31 de janeiro, com até 12 vagas.

Confira, a seguir, a lista de empresas nacionais e internacionais selecionadas:

Startups1

 

Startups2

Fonte: TI Inside

Próximos Eventos