+55 (61) 9 7400-2446

Destaques

Maioria dos aprovados na Unicamp vieram de escolas públicas

Na edição de 2016 do vestibular da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), 51,9% dos estudantes aprovados para as 3320 vagas disponíveis para os 70 cursos de graduação vieram de escolas públicas. Desses, 43% declaram-se pretos, pardos ou indígenas (PPI). No curso de Medicina, o mais concorrido da faculdade, 97 alunos dos 110 selecionados na primeira chamada vieram do setor público de ensino.

Esses números são resultado de uma política adotada pela instituição em 2015. Naquela época, os resultados de inclusão foram os piores em cinco anos. Para mudar esse cenário, a Unicamp alterou sua política de bonificação: antes, essa era concedida somente na segunda fase do vestibular. Neste ano, os pontos extras passaram a valer tanto na primeira quanto na segunda etapa do processo. A bonificação faz parte do Programa de Ações Afirmativas e Inclusão Social (PAAIS), uma vez que a faculdade não adota cotas.

Fonte: Exame

Próximos Eventos