Destaques

Embrapa lança primeiro aplicativo “rural” para smartphones e tablets

O governo ainda tenta convencer as operadoras a anteciparem o acesso à Internet nas áreas rurais, mas a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) já lançou o primeiro aplicativo para smartphones e tablets voltado ao campo.

O programa foi batizado de Suplementa Certo, roda em sistema operacional Android, e foi desenvolvido em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul com o objetivo de ajudar criadores na escolha de produtos e estratégias pertinentes à nutrição de bovinos de corte.

Segundo explica a Embrapa, o aplicativo ajuda a comparação de diferentes tipos de suplementação, com impacto direto na análise de custo-benefício no período seco – ou seja, quando há semiconfinamento e por isso mesmo a época na qual a suplementação é mais importante.

O Ministério das Comunicações chegou a acenar com ajuda financeira às operadoras para que os prazos de cobertura da área rural sejam antecipados. Os compromissos foram previstos no leilão do 4G, quando as operadoras ficaram com fatias das faixas de 450MHz/2,5 GHz.

A primeira etapa deve estar concluída em meados do próximo ano, quando 30% dos municípios precisam ter Internet e telefonia na área rural, chegando a 60% em dezembro e 100% no fim de 2015. A ideia do Minicom era concluir tudo até o fim de 2014, ou seja, ainda dentro do mandato da presidenta Dilma Rousseff.

Vale ressalta que para a Anatel, “rural” significa até 30km da sede do município. Por isso, também faz parte da discussão a inclusão de 10 mil localidades nas metas de cobertura. As teles, no entanto, apresentaram uma conta ‘salgada’, de R$ 700 mil, em média, por cada ERB necessária. Daí uma possibilidade de que obrigações nesse sentido sejam inseridas no leilão da faixa de 700 MHz.

Fonte: Convergência Digital

Próximos Eventos