Destaques

Campus Party Recife atrai jovens empreendedores

Jovens empreendedores de todo o país se reúnem esta semana no Centro de Convenções de Pernambuco para participar da Campus Party Recife. De quarta-feira (17) a domingo (21), o evento que une tecnologia e inovação vai estimular universitários no desenvolvimento de jogos e startups e terá o apoio no Sebrae na transformação dessas ações em negócios. Ao todo, são esperados cerca de dois mil participantes.

Agentes Locais de Inovação (ALI) vão circular pela Campus em Recife e ajudar os participantes a preencher o Quadro de Modelo de Negócio. Os profissionais desse programa do Sebrae acompanham os empreendedores e os ajudam a implantar medidas inovadoras nos negócios.

Assim como na edição de São Paulo, que aconteceu em janeiro, o Sebrae classificará os negócios desenvolvidos pelas startups em quatro categorias – Gafanhoto, Águia, Tigre e Dragão – em analogia às artes marciais. Os participantes serão identificados de acordo com o seu grau de envolvimento empreendedor. Na primeira etapa estão os Gafanhotos. Eles têm perfil de potencial empreendedor, já ouviram a respeito de startups e querem se informar mais sobre inovação e tecnologia. Em seguida vêm os Águia, potenciais empresários com uma ideia de negócio, mas ainda precisam de apoio para estruturá-la.

Os outros dois perfis estabelecidos pelo Sebrae dizem respeito a quem já trabalha à frente de um empreendimento. Os Tigre vivem os primeiros momentos como empresário, já passaram pelos desafios básicos de um empreendimento, como a abertura e a formalização de um pequeno negócio, mas ainda precisam ampliar suas habilidades em gestão, marketing, finanças e liderança de equipes.

Na categoria mais avançada dos empreendedores de startups está o Dragão. Suas empresas têm considerável potencial para alavancar os produtos e serviços no mercado, mas os proprietários ainda necessitam de conhecimentos avançados sobre gestão, vendas e qualidade. Nessa última fase, os donos de startup já obtêm lucro e pretendem crescer com mais velocidade.

Ainda na Campus Party Recife, o Sebrae apoiará a Maratona de Negócios. A competição vai ajudar a transformar ideias em empresas que tenham um produto viável e capaz de ser comercializado. O objetivo será impulsionar a indústria de tecnologia da informação (TI) nacional, especialmente ao estimular a criação de aplicativos e serviços úteis para soluções de problemas das grandes cidades.

Apoio constante

O Sebrae apoia as startups desde 2012. Atualmente, quatro estados possuem projetos específicos para esses novos tipos de negócios, e outros 12 já desenvolvem ações dentro dos projetos de atendimento coletivo da instituição nas carteiras de Tecnologia da Informação (TI). Os criadores de startups também se beneficiam de missões empresariais a eventos da área e consultorias sobre os mais diversos temas relacionados ao mercado.

Outra forma de o Sebrae se aproximar dos jovens empreendedores são grandes encontros nas áreas de inovação e tecnologia, como a Campus Party. A instituição patrocina e participa da promoção de palestras, encontros dos novos empresários com investidores, espaço para apresentação de projetos e atendimento com informações sobre produtos e serviços.

Nessas ocasiões, os criadores das startups têm ainda a possibilidade de experimentar e construir um modelo de negócios. Trata-se de uma forma fácil de colocar as ideias no papel, em um esboço que representa o passo anterior ao plano de negócios.

Fonte: Exame

Próximos Eventos